Informativo TCA

Assine o Newsletter e receba informações no seu e-mail sobre o TCA


dd/mm/aaaa



Plano de assinatura

Em 2020, a Orquestra Sinfônica da Bahia completa 38 anos de história e três anos sendo gerida pela sociedade civil através da Associação Amigos do Teatro Castro Alves (ATCA). Com o objetivo de criar laços ainda mais firmes com o seu público cativo, a OSBA lança na Temporada 2020 um plano de assinaturas para a Série Jorge Amado. Realizada nas quintas-feiras, sempre às 20h na Sala Principal do TCA, a Jorge Amado é a mais importante série da Sinfônica da Bahia, trazendo solistas e regentes renomados e programas com grandes obras sinfônicas. Serão realizadas sete edições da série na Temporada 2020 a partir de março, o plano de assinaturas para estes concertos custa R$ 98 (inteira) e R$ 49 (meia) e estarão sendo vendidos a partir de quinta-feira (23) na bilheteria do TCA, postos dos SAC’s Barra e Bela Vista ou no site do Ingresso Rápido (http://bit.ly/assinaturaosba). Além do desconto no valor total dos ingressos e parcelamento em até 3x sem juros, a assinatura garante poltrona fixa em todos os concertos da série e ainda outros benefícios que serão divulgados durante a temporada.

Para a Temporada 2020 da Série Jorge Amado, o diretor artístico e regente titular da OSBA, Carlos Prazeres, preparou programas com compositores como TCHAIKOVSKY, HAYDN, BACH, BEETHOVEN, BRUCKNER e WAGNER. Entre os solistas convidados para estes concertos estão o clarinetista venezuelano Jorge Montilla (28 de maio), o barítono Lício Bruno (20 de agosto) e o pianista Jean Louis Steuermann (17 de setembro).  Já os regentes convidados são o mexicano Enrique Diemecke (17 de setembro), diretor geral artístico do Teatro Colón, em Buenos Aires e Felipe Prazeres (16 de abril). O primeiro concerto, que também marca a abertura da temporada, acontece no dia 19 de março com regência de Carlos Prazeres e solos da spalla Priscila Rato interpretando obras de Tchaikovsky (1840- 1893).

A Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA), criada em 30 de setembro de 1982, é um corpo artístico do Teatro Castro Alves e que teve seu processo de publicização consolidado em abril de 2017. Desde então, a Associação Amigos do Teatro Castro Alves (ATCA) – entidade sem fins lucrativos qualificada como Organização Social (OS) – realiza a gestão da OSBA, que permanece como corpo artístico público, sendo mantida com recursos diretos do Governo do Estado da Bahia, através da sua Secretaria de Cultura (SecultBA). 

 

PROGRAMAÇÃO: SÉRIE JORGE AMADO 2020

19/MAR | SÉRIE JORGE AMADO I (ABERTURA DE TEMPORADA – FESTIVAL TCHAIKOVSKY)

É dentro da principal série da OSBA, a Série Jorge Amado, que Sinfônica da Bahia abre a temporada 2020 no dia 19 de março (quinta-feira), às 20h, na Sala Principal do Teatro Castro Alves com o Festival Tchaikovsky. Com regência de Carlos Prazeres e solos da spalla Priscila Rato, a OSBA interpreta Concerto para violino em Ré Maior, Op. 35 e Sinfonia Manfredo, Op. 58 do compositor russo P.I. TCHAIKOVSKY (1840- 1893), recebendo o público neste novo ano com estas duas grandes obras do período romântico.

PROGRAMA

P. I. TCHAIKOVSKY - Concerto para violino em Ré maior, Op.35
P. I. TCHAIKOVSKY - Manfredo, Op. 58

Data/Hora: 19/03 (quinta-feira), às 20h
Local: Sala Principal TCA
Regente: Carlos Prazeres
Solista: Priscila Rato (violino)

 

16/ABR | SÉRIE JORGE AMADO II (CICLO BEETHOVEN)

O maestro Felipe Prazeres é o convidado do segundo concerto da Série Jorge Amado em 2020 para reger obras dos compositores Beethoven e Haydn no dia 16 de abril, às 20h, no Teatro Castro Alves. Com solo do violoncelista Thomaz Rodrigues, a Sinfônica da Bahia interpreta As criaturas de Prometeu: Abertura, Op.43  e a Sinfonia nº 6 em Fá maior, Op. 68 “Pastoral”, do compositor alemão L. V. BEETHOVEN (1770-1827), e  Concerto para violoncelo em Dó maior de J. F. HAYDN (1732-1809).

PROGRAMA

L. V. BEETHOVEN - As criaturas de Prometeu: Abertura, Op.43
J. F. HAYDN - Concerto para violoncelo em Dó maior
L. V. BEETHOVEN - Sinfonia nº 6 em Fá maior, Op. 68, “Pastoral”

Data/Hora: 16/04 (quinta-feira), às 20h
Local: Sala Principal TCA
Regente: Felipe Prazeres
Solista: Thomaz Rodrigues (violoncelo)

 

28/MAI | SÉRIE JORGE AMADO III (FESTIVAL INTERNACIONAL DE CLARINETISTAS DA BAHIA)

Dentro da programação do Festival Internacional de Clarinetistas da Bahia, a terceira edição da Série Jorge Amado de 2020 acontece no dia 28 de maio, às 20h, no Teatro Castro Alves. Com regência de Carlos Prazeres e solos do clarinetista venezuelano Jorge Montilla, a OSBA interpreta Concerto para clarinete nº 2 em Mi Bemol maior, Op. 74, do compositor alemão C. M. V. WEBER (1786-1826), Sinfonia nº 5 em Ré maior, do compositor inglês R. V. WILLIAMS (1872-1958) e Requiem para o sol, do compositor baiano L. CARDOSO (1939-1989).

PROGRAMA

L. CARDOSO - Requiem para o sol
C. M. V. WEBER - Concerto para clarinete nº 2 em Mi Bemol maior, Op. 74
R. V. WILLIAMS - Sinfonia nº 5 em Ré maior

Data/Hora: 28/05 (quinta-feira), às 20h
Local: Sala Principal TCA
Regente: Carlos Prazeres
Solista: Jorge Montilla (clarinete)

 

09/JUL | SÉRIE JORGE AMADO IV (CICLO BEETHOVEN)

O Ciclo Beethoven está de volta em 2020! Depois de sete edições em 2019 interpretando as sinfonias do compositor alemão L. V. BEETHOVEN (1770-1827), a OSBA interpreta a emblemática Sinfonia nº 9 em Ré menor, dentro da Série Jorge Amado no dia 09 de julho, às 20h, no Teatro Castro Alves, com regência de Carlos Prazeres e solos de Joyce Martins (soprano), Carla Rizzi (contralto), Clayton Puzzi (tenor) e Anderson Barbosa (baixo), além de participação do Coro Sinfônico do Neojibá.  A abertura da noite será com a obra ALÁ: "O manto branco de Oxalá na Festa do Bonfim do compositor baiano P. C. LIMA.

PROGRAMA

P. C. LIMA - ALÁ: "O manto branco de Oxalá na Festa do Bonfim”
L. V. BEETHOVEN - Sinfonia nº 9 em Ré menor, Op. 125 “Coral”

Data/Hora: 09/07 (quinta-feira), às 20h
Local: Sala Principal TCA
Regente: Carlos Prazeres
Solista: Joyce Martins (soprano), Carla Rizzi (contralto), Clayton Puzzi (tenor) e Anderson Barbosa (baixo).
Coro: Coro Sinfônico do Neojibá

 

20/AGO | SÉRIE JORGE AMADO V (GALA WAGNER)

A Série Jorge Amado da OSBA apresenta concerto com trechos emblemáticos de quatro óperas do compositor romântico alemão R.WAGNER (1813-1883):Os Mestre Cantores de Nuremberg, Tristão e Isolda, Parsifal, e A Valquíria. O concerto acontece no dia 20 de agosto, às 20h, no Teatro Castro Alves sob regência de Carlos Prazeres e solos do baixo barítono Lício Bruno, premiado cantor brasileiro com mais de 50 personagens em óperas de diferentes autores, períodos e estilos.

PROGRAMA:

R. WAGNER - Os Mestre Cantores de Nuremberg: Prelúdio
R. WAGNER - Tristão e Isolda: Prelúdio e Morte de Amor
R. WAGNER - Parsifal, Prelúdio do Ato I: "Ja, Wehe! Wehe! Weh' über mich
R.WAGNER - A Valquíria, A Cavalgada das Valquírias: "Leb wohl, du Kühnes, herrliches Kind!”

Data/Hora: 20/08 (quinta-feira), às 20h
Local: Sala Principal TCA
Regente: Carlos Prazeres
Solista: Lício Bruno (baixo barítono)

 

17/SET | SÉRIE JORGE AMADO VI

O Diretor Geral Artístico do Teatro Colón, em Buenos Aires, Enrique Diemecke é o convidado da OSBA para reger este concerto da Série Jorge Amado que interpreta a Sinfonia nº 4 em Mi Bemol maior, WAB 104, também conhecida como Sinfonia Romântica, do compositor austríaco A. BRUCKNER (1824-1896). Assim como os outros trabalhos de Bruckner, a 4ª sinfonia possui uma orquestração densa e com muitos de contrastes: há sempre algo de imprevisível.  A Sinfônica da Bahia abre o programa deste concerto interpretando a Fantasia Tarumã para piano e orquestra do compositor brasileiro J. G. RIPPER e o solista convidado Jean Louis Steuermann ao piano.

PROGRAMA

J. G. RIPPER - Fantasia Tarumã para piano e orquestra
A. BRUCKNER - Sinfonia nº 4 em Mi bemol, WAB 104 “Romântica”

Data/Hora: 17/09 (quinta-feira), às 20h
Local: Sala Principal TCA
Regente: Enrique Diemecke
Solista: Jean Louis Steuermann (piano)

 

12/NOV | SÉRIE JORGE AMADO VII (FUTURÍVEL)

O último concerto do ano da Série Jorge Amado traz o Futurível, projeto da OSBA que convida seu público para um mergulho no rico universo da música de concerto contemporânea, com compositores ativos no século XX. Com regência de Carlos Prazeres e solos do violinista Francisco Roa, a Sinfônica da Bahia interpreta Concerto para violino "em memória de um anjo", do austríaco A. BERG (1885-1935), composta entre a primavera e o verão de 1935, meses antes da morte do compositor. O concerto também traz obras do período barroco e romântico, mas que além de dialogarem musicalmente com obras mais contemporâneas, foram revolucionárias e vanguardistas na época em que foram compostas: Coral "Es ist genug, Herr, wenn es dir gefällt" da Cantata BWV 60 e Coral "Jesus bleibet meine Freude" da Cantata BWV 147 (Herz und Mund und Tat und Leben), de J.S BACH (1685-1750) e Tristão e Isolda: Prelúdio e Morte de Amor, de R. WAGNER (1813-1883). 

PROGRAMA

R. WAGNER - Tristão e Isolda: Prelúdio e Morte de Amor
J. S. BACH - Coral "Es ist genug, Herr, wenn es dir gefällt" da Cantata BWV 60
A. BERG – Concerto para violino “em memória de um anjo”
J. S. BACH – Coral “Jesus bleibet meine Freude” da Cantata BWV 147 (Herz und Mund und Tat und Leben)

Data/Hora: 12/11 (quinta-feira), às 20h
Local: Sala Principal TCA
Regente: Carlos Prazeres
Solista: Francisco Roa (violino)

Teatro Castro Alves - Praça Dois de Julho,s/n, Campo Grande, CEP 40080-121 - Salvador - Bahia - Brasil Telefone: (71) 4000-1139